Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

IFSP Itapetininga aprova alunos nas principais pós-graduações do país

O ensino e a vivência acadêmica no IFSPsão primordiais na aprovação dos graduados em programas de pós-graduação, em nível de mestrado e ou doutorado, que são cursos stricto sensu que aprofunda o aprendizado da graduação. São voltados, em princípio, para quem pretende crescer no circuito acadêmico, como professor ou pesquisador, além de poder trabalhar como pessoal altamente especializado em empresas de inovação e pesquisa.

Processo de seleção

O processo de seleção inclui análise do currículo, provas de conhecimentos gerais e específicos, teste de proficiência em um idioma estrangeiro, entrevista e apresentação de projeto de pesquisa. Para conseguir um bom curso de pós-graduação numa Universidade renomada, um orientador (professor que vai orientar a pesquisa) e uma bolsa de estudos, o candidato deve ter ótimo histórico escolar e, de preferência, ter realizado, durante a graduação, programa de Iniciação Científica.

Uma vez sendo admitido no mestrado ou doutorado, além de assistir às aulas, o aluno deve destinar um bom tempo para a leitura e participação em palestras, conferências e congressos, além de desenvolver pesquisas e averiguações no tema escolhido para o seu estudo.

Neste percurso de investigação, o estudante é acompanhado por um orientador, que o introduz num grupo de pesquisa já desenvolvida pela Instituição, ajuda-o a selecionar as disciplinas que serão cursadas e o acompanha no desenvolvimento de seu projeto e pesquisas, além de orientar na redação da dissertação ou tese para a defesa.

A defesa da dissertação ou tese é ritual acadêmico que apresenta à comunidade o projeto desenvolvido durante o mestrado ou doutorado e os resultados obtidos. Tem como objetivo avaliar não apenas o trabalho realizado, mas também o desenvolvimento pessoal do candidato como cientista. Para isso o pós-graduando apresenta seu trabalho a uma banca composta por pesquisadores com profundo conhecimento e especialização na área da pesquisa apresentada, e é submetido a uma avaliação abrangente e rigorosa. Uma vez aprovado, lhe é outorgado o título em questão.

Egressos

São apresentados alguns dos egressos do IFSP Câmpus Itapetininga que cursam ou já concluíram a pós-graduação stricto sensu. Algumas percepções sobre como a graduação os ajudou ou impulsionou nesse caminho são apresentadas.

Autora: Alessandra Luzia Da Róz

 


Áurea Cristina Pires Marcelino Lanfranco

Mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar - campus Sorocaba

 

Brenda Helena Leal Galvão

Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Estadual de Campinas - Unicamp 

“Bom, sobre o IFSP. Quando ingressei no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - Campus Itapetininga, eu tinha acabado de concluir o ensino médio. Ingressei em 2015 no curso de Licenciatura em Física pelo SISU, optei por esse curso por estar na mesma cidade onde eu residia e ainda resido. Não conhecia muito bem o local, nem seus profissionais, não tinha muita expectativa sobre o que iria encontrar mas estava ansiosa para o início das aulas e da minha nova rotina. No decorrer dos 4 anos de curso fiz amizades, conheci meu marido, peguei DP, participei dos eventos, estudei, passei o dia todo no IF, participei de projeto de ensino, projeto de extensão, projeto de iniciação científica, fiz PIBID e Residência Pedagógica. Acredito que explorei bem as oportunidades que o IF me ofereceu e a importância do IF em minha vida é tamanha. Foi lá que eu conheci e entendi o que era pós-graduação, foi a partir dele que conheci profissionais que me ajudaram a conseguir ingressar no mestrado, e para ser bem sincera não imaginava que iria conseguir ingressar na pós-graduação e se consegui foi graças às aulas e ao apoio dos profissionais que atuam ou atuaram lá. Sou muito grata às oportunidades que surgiram nesses 4 anos, minha orientadora de Iniciação Científica Prof.a Dra. Marina pelos encontros e pelo primeiro contato com a pesquisa científica, aos professores da área de Ensino de Física e da Área da Educação pelas inúmeras discussões propostas, pelos inúmeros artigos lidos, ao prof. Dr. André por ter sido o professor coordenador do PRP e do Pibid e agora meu supervisor de estágio da pós-graduação.”

 

 
Bruno Rogério Ferreira de Morais

Mestrado em Política Científica e Tecnológica Universidade Estadual de Campinas - Unicamp

“ O IFSP foi fundamental para o ingresso no programa, pois é uma Instituição de ciência e tecnologia, e no curso de licenciatura em física foi possível conhecer a evolução dos conceitos da física no decorrer do tempo, sua relação e aplicação nas novas tecnologias, além das iniciações científicas e publicações em eventos científicos que pontuam para o ingresso.”

 


Carla Nayelli Terra Rodrigues

Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Estadual de Campinas - Unicamp

“Quando eu entrei na graduação em Licenciatura em Física pelo IFSP - Itapetininga, jamais acreditaria que um dia me tornaria Mestra. Para mim, este título era algo muito longe de minha realidade pois havia cursado todo o meu ensino básico em escola pública e ingressei no IFSP pelo sistema de cotas, na época a ideia de cursar uma pós Stricto Sensu era demais.

Durante o curso de Licenciatura, a possibilidade de ingressar em um Mestrado acabou se tornando algo mais palpável, devido o contato com os professores, a admiração por eles e o conhecimento de suas próprias histórias de vida acabaram demonstrando que o acesso ao Mestrado poderia ser alcançado.

A oferta de iniciação científica, bem como de iniciação à docência (PIBID), me motivou a persistir na ideia de ingressar no Mestrado.

Todos os professores e funcionários do IFSP-Itapetininga foram importantes nesta caminhada, em especial ao professor Ivan Fortunato que foi meu orientador de Iniciação Científica, ao professor Jonny Teixeira, meu orientador de PIBID, ao professor André Coelho, o qual me mostrou as possibilidades de se trabalhar Física Moderna e Contemporânea no EM (Tema da minha dissertação de mestrado) e que me incentivou no processo seletivo do Mestrado, à Carolina Mandarini Dias, que também esteve presente em minha caminhada no processo seletivo do Mestrado através de suas indicações de leituras e orientação das etapas do processo, ao Moab que dispôs de seu tempo para nos levar na primeira etapa do processo seletivo (Prova) até a Unicamp.

Agradeço imensamente a todos do IFSP-Itapetininga, pois a professora e pesquisadora que me tornei foi resultado do trabalho de todos que compõem esse Campus.”

 


Cleiton Tadeu Rodrigues Magueta

Mestrado Profissional em Ensino de Física pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar - campus Sorocaba

“O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFSP – Campus Itapetininga), durante estes 10 anos de sua existência, tem nos mostrado a importância da educação pública, gratuita e de qualidade acessível a todos, tanto por meio dos seus cursos técnicos oferecidos, quanto por meio também dos seus cursos de nível superior.

Como egresso do curso de Licenciatura em Física desta instituição, enfatizo sua relevância para minha constituição como profissional na área de Educação. Em 2011, ao ingressar, pude presenciar e ser agente na prática da construção da pesquisa, divulgação da ciência e defesa ao ensino de qualidade a todos.

Programas como o PIBID e FISBRINK nos mostraram que a universidade dentro de suas competências, nunca deve voltar suas costas à educação básica pública, pelo contrário, deve estar cada vez mais junto às comunidades escolares, auxiliando na formação de milhares de jovens e ajudando-os a trilhar a busca pela formação superior, mesmo em meio às dificuldades que estes enfrentam diariamente.

Atualmente, como mestrando no Programa Nacional de Mestrado Profissional em Ensino de Física (MNPEF), sigo conselho dos diversos professores que encontrei na graduação, que é o da constante busca pela formação contínua e de qualidade, ainda que em tempos críticos, onde esta busca representa um sinal de resistência e não conformismo ao âmbito atual. “

 

Fernando Camargo Soares

Mestrado em Ciência dos Materiais pela Universidade Federal de São Carlos – UFSCar – campus Sorocaba

“Minha trajetória no IFSP campus Itapetininga começou em 2010 quando fiz a matrícula para o curso de Técnico em Mecânica. Naquela época, o objetivo era a profissionalização e o ingresso no mercado de trabalho. Dividir o tempo entre o trabalho que tinha e os estudos não foi uma tarefa fácil, porém não impediu a finalização do curso. Um mês após a formatura do referido curso ingressei no curso de Licenciatura em Física. Reencontrei meus professores do ensino técnico e conheci novos que naquele momento não imaginava a contribuição deles que reflete no atual momento, tanto em relação a vida pessoal quanto acadêmica. Foi meu professor de várias disciplinas do ensino técnico, Bruno Fernando Gianelli, que me introduziu na prática científica através de um programa de Iniciação Cientifica Institucional (PIBIFSP). Também participei de outros projetos como extensão e Iniciação à Docência (PIBID), este último contribuindo com minha interpretação sobre como é ser professor e como deve ser a relação deste com os alunos.

Em relação aos professores da graduação, seus ensinamentos serviram de alicerce para os estudos de Mestrado e coincidentemente um desses professores, Vagner Romito de Mendonça, tornou-se meu orientador. Essa parceria completou recentemente 4 anos entre trabalho de IC e Mestrado. Dessa forma o IFSP campus Itapetininga tem influência extremamente significativa, pois quando ingressei em 2010 não tinha uma perspectiva sobre como seria minha vida a partir daquela data, um período longo sem uma cultura de estudos e uma aprendizagem defasada e 10 anos depois obtenho título de Mestre. Espero que o IFSP campus Itapetininga possa proporcionar a outros o que proporcionou para mim.”

 

Gabriella Plens Kurnich

Mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar - campus Sorocaba

“O IFSP foi imprescindível para meu ingresso no mestrado, a atenção dos professores com nossas dúvidas e anseios, sempre muito acessíveis me fez ver um outro lado da universidade, em que ela pode ser mais humana, pelo tempo em que estou no mestrado consegui perceber que esse carinho com o aluno vem do IFSP, e isso faz com que nossa jornada na graduação seja mais leve e possibilite realizarmos outras atividades, como por exemplo, eu fiz 3 iniciações científicas e projetos de extensão na area da educação e isso fez com que eu chegasse preparada para o mestrado, por isso só tenho a agradecer ao IFSP - Itapetininga.”

 


Ivan Eduardo Lage Rodrigues

Mestrado em Engenharia Elétrica pela UNESP - campus de Sorocaba

“Durante minha graduação, realizei minha iniciação científica com o Prof. Dr. Carlos Santos. A pesquisa, intitulada "Simulação e Análise de Forças Ópticas sobre Partículas Dielétricas", me proporcionou grandes experiencias na área de Física Computacional, Divulgação Científica e Escrita Científica, o que me inspirou a continuar a realizar pesquisas após a graduação. Conheci por recomendações a Unesp de Sorocaba, entrei em contato durante a época de matriculas para o Mestrado e conheci meu atual orientador, Prof. Dr. Marcelo Abbade. Hoje estamos trabalhando em pesquisas na área de Análise de Sinais.”

 


Leiana Camargo

Mestrado em Ensino, História e Filosofia das Ciências e Matemática pela Universidade Federal do ABC – UFABC – campus Santo André

“O Dr. Prof. Vicente Pereira Barros teve grande influência sobre aguçar a minha curiosidade e desejo pela pesquisa. Tal influencia se originou quando o mesmo me chamou para participar de seu grupo de pesquisa de astronomia. Foi meu primeiro passo na pesquisa, foi através dele escrevi meu primeiro resumo para um congresso, meu primeiro trabalho completo e meu primeiro capítulo de livro. Foi a partir dele que conheci pesquisadores internacionais e contribui com seus trabalhos, dando apoio científico nas pesquisas. O IFSP foi a base da minha carreira acadêmica e eu só tenho a agradecer.”

 


Marie Fernanda Massarico Cardoso

Mestrado em Meteorologia pela Universidade de São Paulo – USP – campus São Paulo

 


Mateus Tófoli Corrêa

Mestrado em Ciência dos Materias pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar - campus Sorocaba

“O IFSP foi o grande motivador da escolha da área, eu sempre sonhei em fazer mestrado mas ao começar as iniciações científicas com o professor Vagner me encantei pela ciência dos materiais e acabei indo fazer mestrado em sorocaba e sendo orientado pelo mesmo. Na graduação sempre fui orientado também pelo professor Ivan fortunato, que me ensinou muito sobre metodologias científicas e estudos de caso, fora a importância de sempre ser ativo para publicações, congressos e a divulgação do que pesquisamos. Agradeço a todo corpo docente do IFSP e em especial aos dois que me guiaram e hoje além de orientadores os considero amigos.”

 


Paulo Henrique Eleuterio Falsetti

Mestrado em Física pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar - campus São Carlos

“IFSP me ajudou a ingressar na Pós-Graduação da UFSCar porque possui excelentes profissionais (desde a diretoria até a limpeza) que proporcionaram a concretização dessa empreitada. Aliás, o corpo docente é composto por profissionais com excelente qualificação que também, muitas vezes, desempenham não só o cargo de professor, mas também um cargo quase que familiar, sempre preocupados com a evolução de cada aluno, não só no âmbito das componentes curriculares, como também, na formação das pessoas como seres humanos. Agradeço também a oportunidade que o IFSP me proporcionou, mediante a atuação do Prof. Dr. Emanuel Benedito de Melo e Prof. Dr. Vagner Romito de Mendonça, com os quais realizei atividades científicas, tanto teóricas como práticas, que enriqueceram a minha formação acadêmica as quais impulsionaram, juntamente com outros fatores, o meu ingresso na Pós-Graduação. Também deixo um agradecimento especial ao Prof. André Coelho da Silva que sempre me incentivou a investir em empreitadas educacionais (como experimentos e escrita de artigos educacionais). Além do mais, não poderia deixar de agradecer as amizades do IFSP que também proporcionaram grande crescimento profissional, sejam elas acadêmicas ou humanitárias. As palavras que resumem o IFSP para mim são gratidão, família e conhecimento.”

 


Valéria Aparecida de Oliveira

Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Estadual de Campinas - Unicamp

"Durante 4 anos tive a satisfação em fazer parte do corpo discente do IFSP-Itapetininga no curso de Licenciatura em Física. Entrei em 2015 realizada e saí de lá, em 2019, sonhadora. Pode parecer estranho esse processo inverso, mas é simples explicá-lo: a realização vem do fato de estar finalmente em um curso de graduação que foi tão desejado no decorrer do Ensino Médio. E os sonhos, esses foram grandemente influenciados por toda experiência vivida naquele local. A convivência com professores extraordinários, humanos, próximos, amigos, que acreditam no potencial de seus alunos, com funcionários atenciosos, preocupados com nosso bem-estar e segurança, e com uma gestão presente, contribuíram com a idealização de novos objetivos a seguir. A instituição possibilita um ambiente educacional que se assimila muito com o familiar pela proximidade no convívio com todos, proporciona experiencias acadêmicas intensas que vão além das aulas regulares como, por exemplo, Iniciação Cientifica, Iniciação à Docência, cursos de extensão, palestras, eventos, viagens, entre outras. Enfim, toda essa rede de vivencias fizeram-me refletir sobre novas direções, novos propósitos e desejar ir muito além daquilo que imaginei. Resumindo: é isso que o IFSP faz, realiza nossos sonhos e nos proporciona outros novos. Atualmente, faço Mestrado pelo Programa de Pós-Graduação Multiunidades em Ensino de Ciências e Matemática na Universidade Estadual de Campinas, mas reconheço que minha trajetória acadêmica teve seu início no interior do IFSP-Itapetininga."

 

Bruno Terra Kauvauti
Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar - campus Sorocaba

“Meu sonho sempre foi fazer uma faculdade de renome, porém devido à algumas circunstâncias que a vida nos impõe, meu sonho foi deixado um pouco de lado. Aos 30 anos, quando as coisas já estavam um pouco mais ajeitadas, resolvi que estudaria até entrar em uma faculdade pública. Nesse período de estudos (em 2011), fiquei sabendo que em Itapetininga (cidade do lado da minha: São Miguel Arcanjo) tinha aberto um tal de Instituto Federal (IFSP). Fazendo uma breve pesquisa na internet, vi que essa seria minha oportunidade, pois era (e é) uma faculdade pública que investia (e investe) muito em seus estudantes. No IFSP, encontrei professores ALTAMENTE qualificados, que além de proporem um ensino de qualidade, me motivaram a sempre buscar mais conhecimento. O clima no IFSP, tanto nas salas de aula quanto na secretaria, biblioteca ou pátio, é de descontração, porém a gente percebe que são todos profissionais compromisados. E isso é contagiante, a gente se sente bem acolhido. Enquanto na faculdade, fiz parte do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) o qual me proporcionou, além da experiência como professor, uma viagem para Minas Gerais para uma apresentação no IV Encontro Nacional das Licenciaturas e III Seminário Nacional do PIBID (dez., 2013). Fiz também uma viagem acadêmica para conhecer a usina hidrelétrica de Itaipu (Foz do Iguaçu – PR). Aprendi muito com as palestras, oficinas, congressos e cursos oferecidos pelo IFSP durante esse meus 4 anos de faculdade. Em resumo, posso afirmar, o IFSP é sem dúvida nenhuma uma faculdade de renome! Tenho tremenda admiração pelo corpo docente e pela instituição, é uma faculdade que, com certeza absoluta, recomendo a todos meus conhecidos.”

 


Júlia Amanda Nanini

Mestrado em Meteorologia pela Universidade Federal de Campina Grande - UFCG – campus de Campina Grande

 

“Estudar no Instituto Federal foi um divisor de águas na minha vida. O campus de Itapetininga me proporcionou contato com ótimos professores e profissionais, e foi onde desenvolvi o meu desejo de seguir na área acadêmica. Sou muito grata. "

 


Roberta Nazareth de Proença Silveira

Mestrado em Ensino de Ciências pela Universidade de São Paulo -USP- campus São Paulo
 

“O IF, sem dúvida, foi muito importante para a realização dessa etapa em muitos aspectos. Primeiramente, conheci o programa através de um simpósio do qual participei enquanto estava no ProExt de Astronomia. Além disso, as disciplinas, textos que lemos, a participação no PIBID, os professores, tudo com certeza foi essencial para essa etapa da minha formação. Ainda hoje, na minha atual função, trabalhando na elaboração dos materiais de Ciências das séries iniciais do Ensino Fundamental da rede estadual de SP, carrego muito do que aprendi durante o tempo que estudei lá.”

 

 

 

Larissa Volsi dos Santos

Mestrado em Física Aplicada pela UNESP – campus de Rio Claro
 

“Meu objetivo sempre foi ingressar em algum programa de mestrado para seguir carreira acadêmica. Muitos professores do IF foram extremamente abertos e compartilharam suas experiências, sempre orientando e aconselhando os melhores caminhos. Como o campus é pequeno e com poucos alunos, sempre surgiam grandes oportunidades para aproveitar ao máximo o que os professores poderiam oferecer. Tive excelentes orientações da professora Ariane, professor Alberto, Vicente, e todos os outros. Com certeza a experiência da graduação foi muito rica nesse aspecto. A equipe de professores é excelente e eles sempre se fizeram muito presentes para todos aqueles que quisessem aprender. Carrego profunda admiração por eles. Com toda certeza essa proximidade é um diferencial no IFSP e foram as orientações desses profissionais que me clarearam novos caminhos depois do término do curso.”

 

Ághata Cleide Leonardi Pinheiro

Mestrado em Interunidades Ensino de Ciências - Modalidade Física pela Universidade de São Paulo – USP – campus São Paulo

 

Douglas Eleuterio Camilo

Mestrado em Ciência dos Materiais pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar - campus Sorocaba

 

Fabiano Kirschner Leite

Mestrado em Interunidades Ensino de Ciências - Modalidade Física pela Universidade de São Paulo – USP – campus São Paulo

 

Laryssa Kimi Kato

Mestrado em Física Aplicada a Dinâmica Não Linear e Caos pela UNESP - campus Rio Claro

 

Thaís Aparecida Rodrigues

Mestrado em Ciência dos Materias pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar - campus Sorocaba

 

Érica Aparecida Martins Siqueira

Mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar - campus Sorocaba

registrado em:
Fim do conteúdo da página